Revista Quem – Resenha Anormal – Janeiro 2008